quinta-feira, 27 de julho de 2017

Amargosa: Deputado afirma que vai recorrer ao MP-BA contra abate de jumentos
deputado estadual Marcell Moraes (PV) prometeu, em nota divulgada pelo Bahia Noticias,  ingressar no Ministério Público da Bahia (MP-BA) com uma ação contra o abate de jumentos para consumo humano na cidade de Amargosa, no Recôncavo Baiano. Na quarta (26), o frigorífico Frinordeste anunciou que começaria a prática visando a exportação para o mercado asiático (leia aqui). O parlamentar afirmou já ter agendado uma visita ao município contra o que chama de “extermínio de animais indefesos”. Segundo Moraes, a produção pode culminar na extinção do animal. "Iniciaram a matança desses animais sem apresentação de nenhum estudo de impacto ambiental. Nos últimos 10 anos, sem intervenção para o abate, essa população de jumentos está caindo. Imagina se simplesmente começarmos a abatê-los? Espero que o governador Rui Costa seja coerente e sensível à causa animal e reverta essa situação", enfatizou o político. Ainda segundo o deputado, o consumo humano da carne de jumento pode ser perigoso, pelo risco de contração de doenças. "Esses animais possuem a capacidade de ter algumas doenças que muitas vezes nem apresentam sintomas. Não há comprovação alguma sobre os riscos sanitários do consumo dessa carne e muito me admira o início da produção sem um amplo estudo que descarte todos os riscos de contaminação e transmissão de zoonoses", explicou.
Ex-presidente da Petrobras e do BB é preso

Ex-presidente do Banco do Brasil de Lula e da Petrobras de Dilma é preso por receber propina da Odebrecht

Aldemir Bendine e grupo ligado a ele teriam solicitado vantagens indevidas para beneficiar o grupo Odebrecht. O executivo é o principal alvo da 42ª fase da operação, realizada no Rio de Janeiro, São Paulo, Pernambuco e Distrito Federal. São três mandados de prisão temporária e 11 de busca e apreensão.   
  •  
  •  
  •  
  •    


    • /Copie o código abaixo para usar no seu site:
      Código copiado!

    quarta-feira, 26 de julho de 2017

    Pagamento do abono do PIS/Pasep começa nesta quinta-feira(27)
    A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil iniciam nesta quinta-feira (27) o pagamento do Abono Salarial calendário 2017/2018, ano-base 2016.  Os valores do benefício variam de R$ 79 a R$ 937, de acordo com o tempo de trabalho durante o ano de 2016. Segundo o governo federal, cerca de R$ 16,5 bilhões serão destinados para pagamento do Abono Salarial no calendário 2017/2018.  O pagamento é feito com base no mês de nascimento – no caso do Programa de Integração Social (PIS), feito através da Caixa – e no numero de inscrição no programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), benefício pago por meio do Banco do Brasil.    Quem nasceu entre julho e dezembro recebe o benefício neste ano 2017. Já os nascidos entre janeiro a junho, vão receber no primeiro trimestre de 2018. Em qualquer situação, o recurso ficará à disposição do trabalhador até 29 de junho de 2018, prazo final para o recebimento. Tem direito ao Abono o trabalhador inscrito no Programa de Integração Social (PIS) ou no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP), há pelo menos cinco anos, que trabalhou formalmente por pelo menos 30 dias em 2016, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos e que teve seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), ano-base 2016.
    Como sacar:  O trabalhador que possui Cartão Cidadão e senha cadastrada pode se dirigir a uma casa lotérica, a um ponto de atendimento CAIXA Aqui ou aos terminais de autoatendimento da CAIXA. Caso não tenha o Cartão Cidadão, o valor pode ser retirado em qualquer agência da CAIXA, apresentando o documento de identificação. O trabalhador com vinculo a empresa pública possui inscrição PASEP. O pagamento desse programa é feito pelo Banco do Brasil. Mais informações sobre o PASEP podem ser obtidas pelo telefone do BB: 0800 729 0001.
    Reabertura : Os trabalhadores que não sacaram até dia 30/06 o Abono Salarial calendário 2016/2017, ano-base 2015, também terão nova oportunidade para sacar o benefício.  A medida foi aprovada com a publicação da Resolução nº 785 do CODEFAT, de 28 de junho de 2017. Para esses trabalhadores, o valor estará disponível para saque de 27 de julho a 28 de dezembro de 2017. O Ministério do Trabalho disponibiliza uma ferramenta de consulta, para o trabalhador saber se tem direito ao abono salarial ano base 2015. Basta acessar: verificasd.mtb.gov.br/abono/. Informações também podem ser obtidas pelo telefone 158 da Central de Atendimento Alô Trabalho do Ministério.                                                                                                                                               *G1
    FRIGORÍFICO EM AMARGOSA INICIA ABATE DE JUMENTOS
    O frigorífico que funcionava na cidade de Amargosa de propriedade da JBS Friboi, fechado há cerca de dois anos, reiniciou suas atividades no município com abate experimental nesta quarta-feira(26). Este novo empreendimento é do grupo Frinordeste, e fará exclusivamente o abate de jumentos, onde sua produção será exportada para a China
    Conforme a cultura chinesa, o couro do jumento deverá ser utilizados em laboratórios especializados, onde é feita a raspagem da parte posterior do couro, para a produção de medicamentos e de alguns cosméticos, bem como o uso culinário da carne.
    Informações dão conta de que a Frinordeste, irá gerar em Amargosa cerca de 100 empregos diretos e 270 indiretos, com perspectiva de ampliação destes postos de trabalho. 
    Exemplo de Redações Nota 10 Enem -Tema: Publicidade infantil
    A publicidade infantil foi um dos temas mais comentados já dados pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Em meio a muito debate, o tema fez com que os estudantes refletissem sobre uma temática que eles não imaginavam que poderia ser pedida, algo que pode acontecer na redação do Enem 2017.
    As professoras e coordenadoras de Redação do Curso PoliedroGabriela de Araújo Carvalho e Andressa Tiossi comentam parágrafo a parágrafo o texto.
    Tema da redação:
    Publicidade infantil em questão no Brasil 
    REDAÇÃOCORREÇÃO COMENTADA
    O consumo infantil X qualidade de vida A publicidade infantil, grande foco de discussões no Brasil, aliena as crianças e estimula o consumo desenfreado. Esta forma de divulgar produtos e marcas utiliza mecanismos atrativos, como linguagens e personagens, para impor pensamentos.A contextualização do tema poderia ser um pouco mais detalhada e sofisticada. Apesar de simples, acaba funcionando. Ainda que não haja uma tese explícita na introdução, é possível perceber ao longo da leitura do texto a presença de um ponto de vista.
    Segundo o setor de psicologia da Universidade Estadual do Piauí, até os sete anos, em média, a criança está no processo de formação do caráter, o que a torna facilmente manipulável. Assim, motivados pela publicidade extremamente atrativa, os filhos estimulam seus pais a consumirem. Segundo dados, em 2013, 83,7% dos pais, a pedido dos filhos, compraram futilidades.O parágrafo, embora expositivo, traz informações que serão reaproveitadas no segundo parágrafo de desenvolvimento, ou seja, há a ideia de planejamento daquilo que será relevante para a defesa de um raciocínio e também o uso de referências externas, importantes na avaliação da Competência 2.
    O principal problema relacionado a isto é a diminuição da qualidade de vida. A publicidade no setor alimentício, geralmente focada em ofertas de prêmios, impulsiona as crianças a preferirem alimentos gordurosos e com altíssimo teor de açúcar aos saudáveis e nutritivos. Os pais, motivados pela alegria dos filhos, também consomem tais alimentos e a família toda perde saúde. Algo parecido aconteceu entre as décadas de 60 e 90, quando as propagandas de marcas de cigarro tomaram a mídia e levaram a população aos problemas hoje enfrentados acerca do tabagismo. O Conanda (Conselho Nacional do Direitos da Criança e do Adolescente), hoje, inspira-se no sucesso da proibição da publicidade tabagista para empenhar seus esforços na tentativa de coibir a propaganda comercial infantil, embora isso não seja efetivo para a aceitação de empresários.Este é um parágrafo de consequências construído a partir das informações já apresentadas. É composto de forma semelhante a outros textos dados como acima da média: por situações que ferem alguns dos direitos básicos dos indivíduos. Neste caso, a opção pelo consumo e o consumo de alimentos saudáveis. A argumentação, porém, poderia ser mais aprofundada no sentido de convencer o leitor de que a questão é realmente um problema a ser solucionado.
    De modo a solucionar tais problemas, é dever do Estado regulamentar, de forma rigorosa, a publicidade infantil, com a criação de leis proibitivas ou reguladoras. Aos pais, por sua vez, cabe a tarefa de controlar que informações atingem seus filhos, fiscalizando o acesso a todas as mídias, como TV e internet, por exemplo. À iniciativa privada, grande vilã, atribui-se o dever de, em parcerias público-privadas, estimular hábitos saudáveis, de forma que seja garantida a qualidade de vida infantil. A proposta de intervenção é interessante, mas ainda não é totalmente completa dado que não detalha as ações de forma a torna-las imediatamente executáveis. Como são estimulados hábitos mais saudáveis, por exemplo?

    •                                                                                                                                                     Fonte: Universia Brasil

    terça-feira, 25 de julho de 2017

    40% das crianças de até 14 anos estão em situação de pobreza no Brasil, mostra estudo

    Cerca de 17 milhões de crianças até 14 anos – o que equivale a 40,2% da população brasileira nessa faixa etária – vivem em domicílios de baixa renda. No Norte e no Nordestes, regiões que apresentam as piores situações, mais da metade das crianças [60,6% e 54%, respectivamente] vivem com renda domiciliar per capita mensal igual ou inferior a meio salário mínimo. Desse total, 5,8 milhões vivem em situação de extrema pobreza, caracterizada quando a renda per capita é inferior a 25% do salário mínimo.
    Os dados fazem parte do relatório Cenário da Infância e Adolescência no Brasil, documento que faz um panorama da situação infantil no país , divulgado pela Fundação Abrinq. O estudo foi feito utilizando dados de fontes públicas, entre elas o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
    Nesta quarta edição, a publicação reúne 23 indicadores sociais, divididos em temas como trabalho infantil, saneamento básico, mortalidade e educação. A publicação também apresenta uma série de propostas referentes às crianças e que estão em tramitação no Congresso Nacional.
    “Nesta edição, além de retratar a situação das crianças no Brasil, também apresentamos a Pauta Prioritária da Infância e Adolescência no Congresso Nacional. O conteúdo revela as principais proposições legislativas em trâmite no Senado e na Câmara dos Deputados, com os respectivos posicionamentos da Fundação Abrinq baseados na efetivação e proteção de direitos da criança e do adolescente no Brasil”, disse Heloisa Oliveira, administradora executiva da Fundação Abrinq.
    Violência
    Um dos temas abordados no documento é a violência contra as crianças e adolescentes. Segundo o estudo, 10.465 crianças e jovens até 19 anos foram assassinados no Brasil em 2015, o que corresponde a 18,4% dos homicídios cometidos no país nesse ano. Em mais de 80% dos casos, a morte ocorreu por uso de armas de fogo. A Região Nordeste concentra a maior parte desses homicídios (4.564 casos), sendo 3.904 por arma de fogo.
    A publicação também mostra que 153 mil denúncias de violações de direitos de crianças e adolescentes chegaram ao Disque 100 em 2015, sendo que em 72,8% das ligações a denúncia se referia a casos de negligência, seguida por relatos de violência psicológica (45,7%), violência física (42,4%) e violência sexual (21,3%).
    Trabalho infantil
    Com base em dados oficiais, o documento revelou que as condições do trabalho infantil estão mais precárias. Embora tenha diminuído o número de crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil na faixa de 10 a 17 anos [redução de cerca de 659 mil crianças e adolescentes ocupados em 2015 em comparação a 2014], houve aumento de 8,5 mil crianças de 5 a 9 anos ocupadas.
    O universo de crianças e adolescentes entre 5 e 17 anos que trabalhavam n somou 2,67 milhões em 2015. Mais de 60% delas são do Nordeste e do Sudeste, mas a maior concentração ocorre na Região Sul.
    O estudo mostrou também dados mais positivos, como a taxa de cobertura em creches do país, que passou de 28,4% em 2014 para 30,4% em 2015 - ainda distante, no entanto, da meta estabelecida pelo Plano Nacional de Educação, de chegar a 50% até 2024.
    Os dados completos podem ser vistos no site www.observatoriocrianca.org.br
    *Agencia Brasil, edição Outro Olhar
    Apenas quatro cidades baianas tentaram apoio de Ministério do Turismo para o São João

    O Ministério do Turismo fez este ano uma chamada pública para apoiar municípios de todo o Brasil na divulgação de suas festas juninas. Apesar de contar com alguns dos eventos de São João mais tradicionais do país, a Bahia teve apenas quatro concorrentes na disputa. As cidades de Pedrão e Cipó não conseguiram cumprir itens do edital e acabaram nem disputando efetivamente o benefício oferecido pela pasta federal. Já Senhor do Bonfim e Mata de São João cumpriram os pré-requisitos, mas não superaram a concorrência dos municípios vencedores: Belo Horizonte (MG), Bragança (PA), Campina Grande (PB), Corumbá (MS) e São Luís (MA). Ao todo, 26 cidades buscaram o apoio junto ao Ministério do Turismo. O benefício não daria às prefeituras o direito de ter uma verba extra nos seus cofres, mas ajudaria na promoção das festas de São João. Entre os critérios avaliados, a pasta federal considerou, por exemplo, a presença de outros atrativos na cidade além dos festejos juninos; a tradição e capacidade de atrair público para o evento; a possibilidade de comercialização do destino fora do período junino; e a divulgação já existente da festa. Apesar de não receberem o apoio na divulgação do São João, oito municípios baianos garantiram verbas do Ministério do Turismo para a promoção de festejos juninos por meio de emendas parlamentares: Mata de São João, Itaberaba, Itatim, Glória, Canudos, Mairi, Capela do Alto Alegre e Correntina. Outras cinco cidades de diferentes estados também foram beneficiadas com emendas parlamentares. O total repassado por meio destes convênios foi de R$ 2,8 milhões.
    *Bahia Notícias
    🎥 Neymar vence Messi e Suárez em duelo de pontaria

     Alheio aos rumores sobre transferência para o PSG, atacante brasileiro se divertiu com colegas do trio MSN durante treino nos Estados Unidos
    O trio MSN – MessiSuárez e Neymar – segue bastante unido mesmo com as notícias sobre a possível transferência do brasileiro para o Paris Saint-Germain. Em uma brincadeira realizada durante a pré-temporada do Barcelona, nos Estados Unidos, os atacantes competiram para ver quem acertava uma das traves, em chutes de longa distância. Após várias tentativas sem sucesso e brincadeiras, o brasileiro venceu a disputa e tirou onda com os amigos.
     *VEJA
    ACM NETO SERIA ELEITO COM 40,3%, CONTRA 29,2% DE RUI COSTA, DIZ PESQUISA

    Se a eleição para o governo do estado fosse hoje, o prefeito ACM Neto (DEM) seria eleito com 40,3% em Feira de Santana. O atual chefe do Executivo estadual, Rui Costa (PT), teria a preferência de 29,2% do eleitorado. O levantamento é resultado da pesquisa feita pelo Instituto Datasensus e publicada no site Bahia na Política. Entre os entrevistados, 14,7% disseram não saber em quem votar. Foram ouvidas 360 pessoas. A margem de erro é 5%.

    Prefeitura de Mutuípe estimula debate de valorização da mulher negra do Vale do Jiquiriçá

    Hoje 25 de Julho, celebra-se oficialmente o Dia Internacional da Mulher Negra Latino, Americana e Caribenha. Em Mutuípe um seminário sobre empoderamento feminino e apresentações artísticas marcaram nesta segunda-feira, (24), a abertura da programação comemorativa a esta data.
    O evento foi aberto pela Secretaria do Trabalho e Assistência Social, Meyre Rocha, com as presenças de representantes de várias comunidades do município e de municípios vizinhos. Uma apresentação de dança e poesia marcou o início do Seminário que nestes dois dias pretende estimular as políticas públicas de combate á violência contra a mulher negra. Em palestra a professora da UFRB, Maicelma Souza, mestra em educação e formação em antropologia com ênfase na cultura africana e afro-brasileira, defendeu avanços no combate ao a todos os tipos de violência. De forma interativa com o público, ela provocou a discussão sobre o entendimento do empoderamento e do atual cenário da mulher negra, destacando importantes avanços, mas despertando a necessidade de combater o racismo ainda "velado" em vários seguimentos, principalmente o profissional. Nesta terça-feira, 25, o encontro prossegue às 13h no Espaço Casarão Gourmet, como forma de ampliar a promoção, valorização e o debate sobre a identidade da mulher negra do Vale do Jiquiriçá.
    Informações *Bahia Interior

    CURTA!