sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Brasil ganha seu primeiro curso online, gratuito e em massa de Humanas
O portal de educação Veduca lançou na quarta-feira, 18, o primeiro Mooc (sigla em inglês para curso online, gratuito e em larga escala) brasileiro na área de Humanas: o curso de Ciência Política do professor Clóvis de Barros Filho, da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo (USP). Veja aqui o portal Veduca

No próximo semestre, outro curso gratuito com Barros Filho deve ser lançado: o Mooc de Ética, também ministrado na ECA-USP. A plataforma anunciou ainda uma parceria com a Fundação Lemann para mais dois cursos dessa modalidade, também no primeiro semestre: o Mooc de "Fundamentos da administração", com a Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da USP e o curso de Eletromagnetismo da professora Lara Kühl Teles, do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA).
O Mooc de Ciência Política, lançado nessa quarta, já está disponível no sitewww.veduca.com.br. Ele está dividido em oito videoaulas, com quizzes e exercícios ao final de cada módulo e indicação de bibliografia e leituras complementares. As videoaulas foram gravadas no primeiro semestre de 2013, no curso de graduação em Relações Públicas da ECA-USP.
Segundo a curadora do Veduca, Luciene Antunes, o professor foi convidado após a equipe assistir a uma entrevista dele sobre ao tema felicidade. "Depois de ver esse depoimento nós o convidamos e soubemos que o Mooc estava mais fácil de acontecer do que pensávamos, porque ele grava todas as suas aulas e palestras e tem um grande acervo em vídeo. Adaptamos o Mooc em cima desse conteúdo."
Segundo o professor, a iniciativa de gravar as aulas partiu dele na USP. "Há muita oferta de Moocs de Humanas na Web, mas, aqui no Brasil, é mais difícil ter esse tipo de aula porque é uma iniciativa muito pessoal dos professores. Essa ideia de filmar as aulas é minha, não tive incentivo institucional para essa iniciativa".
Reflexão. Barros filho explica que conseguirá acompanhar o Mooc de Ciência Política quem tiver conhecimento equivalente ao do ensino médio. "As aulas cuidam de uma reflexão sobre o poder, sobre dominação, sobre ideologia e sobre as instituições políticas do País, com ênfase para os partidos políticos e para os poderes do Estado", explica.
Além das videoaulas os alunos terão um caderno virtual para anotações pessoais e ferramentas para interagir com outros estudantes, como o fórum de discussão.
Quem quiser receber um certificado do curso poderá fazer uma prova presencial. As datas e locais ainda serão informados. Para realizar a prova, não há pré-requisitos de escolaridade - qualquer pessoa pode se inscrever.
Fonte; ESTADÂO